26
Mai 04
Portugal...olé!
"A HABITUAL CONFUSÃO DE VERÃO NO FUTEBOL ( MUITO DIGNO !!!! )"



Cunha Leal informou, passo a passo, quais são os procedimentos que devem ser tomados, e que nesta situação concreta foram respeitados.

Assim, o director executivo da Liga de Clubes, explicou que não existiu qualquer irregularidade na inscrição do jogador do Benfica Ricardo Rocha..

«Um jogador que assine um contrato antes do dia um de Abril comete uma infracção disciplinar, excepto se o fizer com o conhecimento do clube a que está vinculado, ou depois de ter rescindido o contrato», explicou Cunha Leal.

«Um jogador está vinculado a um clube e por qualquer razão rescinde o seu contrato em Setembro, em Outubro, ou em Novembro, está rescindido o contrato, portanto pode vincular-se com outro clube sem cometer nenhuma infracção disciplinar», clarificou.

«O jogador está ao serviço de um clube, tem um contrato válido com esse clube, e pretende, nessa altura, vincular-se a outro clube para a época seguinte, pode-o fazer sem cometer qualquer infracção disciplinar, desde que seja com o conhecimento do clube a que estava vinculado», prosseguiu.

«No caso em apreço não só foi com o conhecimento do clube a que estava vinculado, como foi com a sua autorização, e foi no âmbito de um contrato celebrado entre os dois clubes», concluiu.


Portugal...olé!...olé!
"MAIS UMA HABILIDADE Á PORTUGUESA"


Portugal é o único país da União Europeia (UE) que não tem uma agência de segurança da qualidade alimentar.

A fase de instalação prolonga-se há mais de dois anos. A lei orgânica foi entregue ao Governo em Agosto do ano passado mas ainda não há qualquer decisão, nem dinheiro para o arranque da agência portuguesa.

O director-geral da autoridade europeia para a segurança alimentar já tentou por diversas vezes obter respostas do Governo português, tendo chegado mesmo a escrever uma carta a pedir esclarecimentos mas, não obteve resposta.

Fontes contactadas pela TSF asseguram que ninguém parece querer ficar com a responsabilidade política da agência portuguesa, um organismo de Estado que só aparece nas crises e só traz dividendos negativos.

João Machado, representante português na autoridade europeia para a segurança alimentar, admite que «tem havido dificuldades porque este é um processo longo, que já tem mais de dois anos e que tinha um mandato para a criação da agência, da comissão instaladora, que já terminou».

«Todos os outros países já têm a sua agência a funcionar e participam activamente na rede criada ao nível da agência europeia no trabalho que está a desenvolver», acrescentou.

«Portugal participa através da presidente da comissão instaladora mas não pode participar em pleno, o que é penalizador», sublinhou.
publicado por sorraia.blog às 00:55

Maio 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
13

22

28

30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Município de Coruche
cch.bmp
Museu Municipal de Coruche
logo_museu1.jpg
Município de Benavente
benavente.jpg
Farmácias de Serviço
farmacias.gif
pesquisar
 
blogs SAPO