12
Dez 05
Francisco Louçã admitiu, este domingo, a possibilidade de destituir Alberto João Jardim da presidência do Governo Regional da Madeira caso seja eleito, mas só se existir «violação dos princípios institucionais».
Doutra forma, o candidato presidencial apoiado pelo Bloco de Esquerda defende que o Governo Regional deve cumprir o mandato.
«O Presidente da República deve intervir rigorosamente sobre a política nacional. E sempre que numa região tão importante como a Madeira possa aparecer um conflito grave, o Presidente da República deve puxar as orelhas do governante que seja responsável por isso», frisou.
Louçã, que entende Alberto João Jardim já esteve nesta situação, assinalou ainda que esta questão nada tem a ver com o debate político que o partido tem vindo a travar na região por uma melhor democracia.
O candidato defendeu mesmo que a Região Autónoma da Madeira «em alguma medida, é a verdade da candidatura de Cavaco Silva, devido ao regime autoritário de Alberto João Jardim e a surpreendente junção da direita do PSD e CDS».
publicado por sorraia.blog às 10:01

Dezembro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
16
17

18
19
20
21
24

25
26
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar
 
blogs SAPO