15
Nov 05
A Sony forneceu involuntariamente portas abertas para vírus informáticos. Alguns dos CD de música da empresa usam autênticas técnicas perigosas para proteger os direitos de autor.
O gesto de colocar um simples CD de música num computador deixou de ser inócuo. Pelo menos no caso de alguns CD's fabricados pela Sony.
Esses CD's instalam automaticamente um programa de protecção de direitos de autor. O problema é que o programa utiliza técnicas perigosas, que alguns consideram verdadeira pirataria. Sem ser essa a intenção, o facto, admitido pela Sony, é que já foram fabricados vírus que aproveitam o programa contido nos discos para se instalarem nos computadores com Windows XP.
Em letras pequenas, a sigla XCP na parte de trás da capa é o único aviso antes da compra.
Quando o programa, praticamente secreto, foi descoberto, a Sony não fornecia nenhuma maneira de o remover.
Ao longo de dez dias, a Sony recusou-se a fornecer uma lista dos discos. Uma organização que luta pela privacidade dos utilizadores, a Electronic Frontier Foundation, já descobriu 19 edições diferentes que contêm o programa de protecção.
Contactada pela SIC, a Sony em Portugal apenas afirma que esta tecnologia não foi introduzida em CD's fabricados na Europa.
O escândalo a nível internacional foi suficiente para a Microsoft e várias companhias de anti-vírus terem anunciado que vão oferecer programas para detecção e eliminação do programa da Sony.
A própria editora anunciou agora que vai suspender a produção destes discos, mas reserva-se o direito de continuar a tentar defender os direitos de autor por todos os meios possíveis.
publicado por sorraia.blog às 13:53

Novembro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
18
19

20
21
22
23
25
26

27
28
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar
 
blogs SAPO