E aqui fica mais um poemita do tal anónimo...

Os autarquas culpam
O poder central
Vêem o que não vêem
Tudo é carnaval

O dinheiro que recebem
Da nação e a bem
Já se esquecem
O que não lhe comvem
Annimo a 7 de Novembro de 2005 às 20:51