12
Dez 05
O candidato presidencial Cavaco Silva admitiu hoje a possibilidade de, excepcionalmente, "revelar os pedidos" feitos ao primeiro-ministro, caso não seja ouvido sobre um assunto que considere "fundamental para o desenvolvimento do país".
Em entrevista à Rádio Renascença, Cavaco Silva assegurou, no entanto, que a revelação pública dos conselhos dados ao Governo só aconteceria depois de esgotada a via do diálogo com os restantes órgãos de soberania, com os quais afirma querer manter uma "cooperação leal", se for eleito a 22 de Janeiro.
"Na segunda fase voltava a insistir, sempre em conversa particular com o primeiro-ministro, na medida em que acho que deve existir uma cooperação leal entre órgãos de soberania e não viria imediatamente para intervenções públicas sobre essa matéria. Talvez ainda à terceira vez voltasse a insistir, se fosse algo que eu considerasse muito importante", disse.
"Podia depois recorrer a uma mensagem à Assembleia da República, mas, quando chegasse a altura, se fosse algo que considerasse fundamental para o desenvolvimento do país, não deixaria de fazer a minha intervenção pública e revelar os pedidos que tinha feito ao primeiro-ministro nessa matéria", acrescentou.
Na entrevista, Cavaco Silva manifestou-se depois surpreendido por os seus adversários não explicarem "como vão exercer" as funções caso sejam eleitos, dando "a impressão" que "não esperam" vencer as eleições de 22 de Janeiro.
"Quero falar com os portugueses e explicar-lhes como vou exercer a minha magistratura. Esperaria que os outros candidatos - e isto está a ser uma surpresa para mim - fossem explicar como é que vão exercer a magistratura", afirmou.
publicado por sorraia.blog às 10:04

Francisco Louçã admitiu, este domingo, a possibilidade de destituir Alberto João Jardim da presidência do Governo Regional da Madeira caso seja eleito, mas só se existir «violação dos princípios institucionais».
Doutra forma, o candidato presidencial apoiado pelo Bloco de Esquerda defende que o Governo Regional deve cumprir o mandato.
«O Presidente da República deve intervir rigorosamente sobre a política nacional. E sempre que numa região tão importante como a Madeira possa aparecer um conflito grave, o Presidente da República deve puxar as orelhas do governante que seja responsável por isso», frisou.
Louçã, que entende Alberto João Jardim já esteve nesta situação, assinalou ainda que esta questão nada tem a ver com o debate político que o partido tem vindo a travar na região por uma melhor democracia.
O candidato defendeu mesmo que a Região Autónoma da Madeira «em alguma medida, é a verdade da candidatura de Cavaco Silva, devido ao regime autoritário de Alberto João Jardim e a surpreendente junção da direita do PSD e CDS».
publicado por sorraia.blog às 10:01

Jerónimo de Sousa considerou «insuportável o discurso robotizado, tecnocrático e cheio de declarações genéricas» de Cavaco Silva, em torno do qual entende existir uma campanha de direita para alterar o regime constitucional.
Para o candidato presidencial apoiado pelo PCP, Cavaco Silva «tentou pôr o conta-quilómetros a zero e aparecer agora como um anjo impoluto, procurando fazer esquecer o que fez durante dez anos de Governo - equivalentes a um terço do regime democrático».
O também secretário-geral dos comunistas lembrou que Cavaco apareceu como independente para depois ser apoiado por dois partidos da direita e que com esta nova imagem existe uma estratégia de «destacados representantes da direita para «responsabilizar a Lei Fundamental do país por todos os males que atravessam a sociedade portuguesa».
«Só não vê quem não quer que há meses que a 'nata' dos apoiantes de Cavaco Silva, ligados às direcções dos partidos da direita e aos grandes grupos económicos e da alta finança, preparam o terreno para a criação de condições para desencadear a exigência da remoção daquilo a que chamam os 'bloqueios constitucionais' ao desenvolvimento do país», acrescentou.
Jerónimo de Sousa considerou mesmo que este estão interessados numa «Constituição nova, sem garantias e sem direitos para quem trabalha, para impor uma democracia mutilada nas liberdades, direitos e garantias do povo».
O candidato aproveitou ainda a oportunidade para criticar as palavras de José Sócrates quando este disse, no sábado, que Mário Soares seria o único candidato em condições para ganhar as eleições em nome dos valores da esquerda moderna e democrática.
Jerónimo de Sousa considerou com estas declarações o primeiro-ministro demonstra uma «visão muito estreita da democracia, como se qualquer candidato fosse menor que outro». «Fazia-lhe bem um pouco de humildade», concluiu.
publicado por sorraia.blog às 09:48

Manuel Alegre recusou, este sábado, em Águeda, fazer mais qualquer comentário às declarações de Mário Soares, embora assinalando que o ex-Presidente da República «tem sido desagradável» em relação à sua candidatura.
«Não comento mais as declarações de Mário Soares, estou a fazer a minha campanha e não faço a dele. Não faço aquilo que ele quer», afirmou, na sequência das declarações de Soares, onde este defendia que Alegre se devia demitir do PS seguindo o exemplo de Salgado Zenha.
«Alguém disse na minha candidatura que não havia ninguém muito importante do partido a que pertenço. Todas aquelas assinaturas são igualmente importantes. Para mim, não há portugueses de primeira nem de segunda», acrescentou.
Alegre lembrou ainda o facto de ter «sedes de campanha em todo o país» e de ter o «apoio de diversos cidadãos, o que deixa nervosos alguns candidatos».
Para além de ter sugerido que Alegre se demitisse do PS, Mário Soares afirmou que o seu adversário «tem uma questão com o PS e não comigo».
«Foi rejeitado pelo PS, pelas suas estruturas todas, que não quiseram apoiá-lo para Presidente da República», disse o ex-chefe de Estado, após um jantar-debate que ocorreu na sexta-feira à noite, em Coimbra.
Nessa ocasião, Soares reconheceu ainda que teve uma «divergência política» com Salgado Zenha, que esfriou «um pouco» a amizade entre ambos, mas que o «respeito e a consideração» se mantiveram.
publicado por sorraia.blog às 09:46

Um antigo combatente da guerra colonial insultou e agrediu neste domingo em Barcelos o candidato a Presidente da República Mário Soares, apelidando-o de "vigarista" devido ao seu papel na descolonização.
O homem, cuja identidade é ainda desconhecida, aproximou-se de Soares quando este passeava pelas ruas do centro da cidade, e proferiu vários insultos.
"Oh vigarista! Vai assaltar o Banco de Portugal para dar dinheiro aos turras para matarem portugueses", disse o homem, que trazia na mão uma edição do jornal "O Crime" que noticiava o assalto feito em 1967 pela Liga de Unidade e Acção Revolucionária (LUAR) à dependência da Figueira da Foz do Banco de Portugal, que terá rendido 38 mil contos.
Visivelmente nervoso, o ex-combatente aludiu de novo ao
dinheiro roubado do Banco de Portugal, dizendo: "Vai mas é tratar dos teus prédios".
O indivíduo acabou por agredir Mário Soares com um murro no braço, tendo o candidato sido afastado pela segurança.
Após o incidente, a comitiva de Soares abandonou o local, tendo o candidato dito aos jornalistas que não iria apresentar queixa-crime contra o agressor, por se tratar de alguém "que aparenta ser
atrasado mental".
De seguida, a comitiva teve de mudar de rumo para não se
encontrar, de novo, com o ex-combatente, que ainda estava no local e rodeado de amigos, aparentemente disposto a insistir nos insultos.
Poucos minutos depois, e como a acção de rua se azedara, a
comitiva de Soares abandonou o local.

Não havia necessidade disto !!!!
publicado por sorraia.blog às 09:38

Faz 6 meses que a EDP nos vinha a retirar mensalmente, valor referente a um qualquer seguro, que nós nunca solicitámos. Esta noticia já a tinha visto num telejornal...pensei é que acontecia sempre aos outros.
Por isso tenham atenção, se tiverem os pagamentos à EDP por transferencia bancária, verifiquem se não teem lá um valor referente a "seguros".
Na CGD de S.D. Benfica (que também não sei como autoriza estas coisas) disseram-nos que só no mês passado tinham lá ido 70 queixas.

( e-mail enviado por Pipoca Sexymama )
publicado por sorraia.blog às 09:33

Dezembro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
16
17

18
19
20
21
24

25
26
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Município de Coruche
cch.bmp
Museu Municipal de Coruche
logo_museu1.jpg
Município de Benavente
benavente.jpg
Farmácias de Serviço
farmacias.gif
pesquisar
 
blogs SAPO