02
Jun 06

Em cada 100 €...


Em cada 100 euros que o patrão paga pela minha força de trabalho, o Estado, e muito bem, tira-me 20 euros para o IRS e 11 euros para a Segurança Social.


O meu patrão, por cada 100 euros que paga pela minha força de trabalho, é obrigado a dar ao Estado, e muito bem, mais 23,75 euros para a Segurança Social.


E por cada 100 euros de riqueza que eu produzo, o Estado, e muito bem, retira ao meu patrão outros 33 euros. Cada vez que eu, no supermercado, gasto os 100 euros que o meu patrão pagou, o Estado, e muito bem, fica com 21 euros para si.


Em resumo: 


Quando ganho100 euros, o Estado fica quase com 55. Quando gasto 100 euros, o Estado, no mínimo, cobra 21. Quando lucro100 euros, o Estado enriquece 33. Quando compro um carro, uma casa, herdo um quadro, registo os meus negócios ou peço uma certidão, o Estado, e muito bem, fica com quase metade das verbas envolvidas no caso. 


Eu pago e acho muito bem, portanto exijo: um sistema de ensino que garanta cultura, civismo e futuro emprego para os meus filhos. Serviços de saúde exemplares. Um hospital bem equipado a menos de 20 kmda minha casa.


 Estradas largas, sem buracos e bem sinalizadas em todo o país. Auto-estradas sem portagens. Pontes que não caiam. Tribunais com capacidade para decidir processos em menos de um ano. Uma máquina fiscal que cobre igualitariamente os impostos.


 Eu pago, e por isso quero ter, quando lá chegar, a reforma garantida e jardins públicos e espaços verdes bem tratados e seguros. Polícia eficiente e equipada. Os monumentos do meu País bem conservados e abertos ao público, uma orquestra sinfónica.


Filmes criados em Portugal. E, no mínimo, que não haja um único caso de fome e miséria nesta terra. Na pior das hipóteses, cada 300 euros em circulação em Portugal garantem ao Estado 100 euros de receita.


Portanto, Sr. Primeiro-ministro, governe-se com o dinheirinho que lhe dou porque eu quero e tenho direito a tudo isto.


Um português contribuinte.


Svenkid

publicado por sorraia.blog às 10:14

01
Jun 06

Descobri que o melhor tratamento de beleza é a bebedeira!


Quando estou com uns copos a mais, toda a gente me elogia:


"Tás bonito, tás..."

publicado por sorraia.blog às 14:57

O Papa, terminada a sua visita a Portugal, foi de limusine para o aeroporto, como nunca tinha conduzido um carro daqueles, perguntou ao motorista se poderia conduzir por uns instantes.


O motorista atrapalhado, lá disse: - "Bem... acho que sim...!" e foi para o banco traseiro da limusine enquanto o Papa ia para o volante.


Na auto-estrada A1, acelerou até aos 180 Km/hora . . . 220 Km/hora . . . 250 Km/hora . . . VVVVVVRRRRRRRUUUUUUUUUUUUMMMMMMM ! ! !


De imediato as luzes azuis da patrulha da BT da GNR surgiram no espelho. O Papa lá encostou e o agente foi ao seu encontro. Quando se debruçou sobre janela e viu de quem se tratava, disse:


- "Por favor... aguarde um momento, por favor.... eu preciso de ligar para a central. O agente da BT pegou no rádio e chamou o Chefe, dizendo:


 - "Eu tenho uma pessoa muito importante que conduzia a mais de 250 Km/hora na A1 e preciso de saber o que fazer."


- "Não é o Santana Lopes, é?" - perguntou o chefe. - "Não, é ainda mais importante." - "É a Cinha Jardim?" - "Não, ainda mais importante!"


- "Quem é? Não é o Paulo Portas outra vez, pois não?" O agente respondeu: - "Não! É ainda mais importante do que esse ,


- "Bem, mas então quem é esse VIP ? ! ? ! ? !" - gritou o Chefe já sem paciência. Ao qual o agente responde:


-"Eu não tenho bem a certeza, mas acho que deve ser Jesus Cristo, porque o motorista é o Papa ! ! !"

publicado por sorraia.blog às 09:17

Junho 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
pesquisar
 
blogs SAPO