15
Fev 07
pintocosta.jpg_1a.jpg
publicado por sorraia.blog às 23:20

A Câmara Municipal de Benavente não aceita a criação de um Serviço Básico de Urgência em Coruche que sirva os dois concelhos vizinhos de Benavente e Salvaterra de Magos. “Não porque tenhamos alguma coisa contra Coruche, mas porque a solução vai prejudicar os habitantes dos dois concelhos”, frisou o autarca que sublinha ainda que a NOVA SOLUÇÃO DE CORUCHE É PIOR QUE A AVENTADA POSSIBILIDADE DA ESTRUTURA SURGIR NO BISCAINHO. “Assim ficamos a 30 quilómetros de distância. Mas se formos até Samora Correia são já 40”,segundo nos diz António José Ganhão, que lembra ainda, que o actual Hospital de Vila Franca de Xira não tem condições para suportar mais doentes.
António José Ganhão não compreende as razões que levaram a esta opção de mudança, da qual teve conhecimento,apenas através de um site na internet.
publicado por sorraia.blog às 22:59

O director da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, António Branco, garante que o relatório da comissão técnica do Ministério da Saúde sobre a instalação de uma Unidade Básica de Saúde em Coruche não define qual a indicação exacta do equipamento. “No estudo em questão não é referido se a unidade vai ser construída ou não na sede do concelho”, garantiu ao nosso jornal o responsável, que não percebe porque foi apontada a possibilidade do Biscainho, já que ainda não está nada decidido. “Essa foi sim uma hipótese adiantada há alguns anos. O Biscainho concretamente nunca foi citado”, afirma António Branco.

António Branco responde assim à Câmara Municipal de Benavente que não aceita a criação de um Serviço Básico de Urgência em Coruche que sirva simultaneamente os dois concelhos vizinhos de Benavente e Salvaterra de Magos. O presidente da Câmara de Benavente, António José Ganhão diz que não tem "nada contra o serviço básico de urgência em Coruche, pelo contrário. Se o concelho precisa de resposta específica muito bem. Agora que se prejudiquem as outras populações por um critério que não se entende isso é que não é aceitável”, frisou o presidente, sublinhando que a nova solução de Coruche é pior do que a possibilidade inicialmente aventada da estrutura surgir no Biscaínho. “São 32 quilómetros de Benavente a Coruche. Mas 40 se partirmos de Samora. O mesmo acontece em relação ao concelho de Salvaterra. A localização não será para servir os três concelhos, como foi dito”, desmonta António José Ganhão.

Texto constante do Mirante On-Line para o qual tenho o seguinte comentário :

Em minha opinião,o Biscainho enquanto freguesia do concelho de Coruche e os Biscainhenses enquanto população ordeira e trabalhadora,mereciam outro tipo de tratamento ou seja,não fomos nós Biscainhenses que atiramos para o ar o nome desta laboriosa terra para ser o local eleito para a instalação de uma Unidade Básica de Saúde.
Assim,não fomos nós que falamos no nome do Biscainho e ficamos a saber que afinal nada de concreto foi falado para o Biscainho,a não ser há vários anos atrás ter sido uma hipotese equacionada,que hoje já parece que afinal não foi nada disso.Em que é que ficamos?
Foi falado o nome do Biscainho ou não?
Será o Biscainho uma solução boa para a instalação,até por ter acessos fáceis a Lisboa ( estamos a 35 minutos de Lisboa,via Ponte Vasco da Gama ) ou não será?
Será que ficará melhor em Coruche? ou em Salvaterra de Magos? ou em Benavente? ou em Samora Correia?
Parece-me fácil,senhor director da ARS,os senhores constroem a Unidade Básica de Saúde onde os senhores muito bem entenderem ou onde os lobbys assim acharem que é o melhor para alguém.
Afinal até em Coruche já são demasiados quilometros para toda a gente.E lemos então,qual tentativa de apaziguamento de opiniões dizer que afinal nunca foi dito onde seria construido.
Será que vai ser construido?
Enfim,senhores que decidem e senhores dos lobbys,obrigado por falarem no nome do BISCAINHO.MAS POR FAVOR NÃO NOS USEM ENQUANTO POVOAÇÃO E POPULAÇÃO ORDEIRA E TRABALHADORA.
publicado por sorraia.blog às 22:53

11
Fev 07
Imagem(141).jpg_1.jpg
Torneio de Chinquilho junto á Arrecadação da Junta de Freguesia.
Dia 17 de Fevereiro pelas 14,30 horas.
Organização do Rancho Folclórico da Freguesia do Biscainho.

( Foto enviada para este blog pelo 'Fogareiro' )
publicado por sorraia.blog às 11:34

07
Fev 07
Isto é a transcrição do que escrevi no forum Clix, por duas vezes :

1ºa vez - "Apesar de tudo ela gira" A humanidade tem sido sempre confrontada com a necessidade de lutar para poder evoluir. Luta essa que tem sido sempre feita contra os detentores do poder e da "moral", quero dizer, o poder do estado o poder do dinheiro o poder da igreja. Este referendo é, tão só, mais uma batalha na luta por um mundo mais justo. Refiro, também que a luta é desigual, mas já estamos habituados. Os meus pontos de vista: 1º: este referendo seria desnecessário se os deputados assumissem as suas responsabilidades. É para isso que eles lá estão tendo sido eleitos pelas suas propostas. não faz muito sentido gastarem dinheiro em campanhas eleitorais espondo os seus pontos de vista para serem eleitos e depois na hora da verdade "sacodem a água do capote". passando a sua responsabilidade para nós. Foi mais uma manobra para adiar o enevitàvel. Foi também por isso que à 9 anos o ex-Presidente do PSD SR.Marcelo Rebelo de Sousa propôs o referendo. Foi mais uma forma de adiar, pois a seguir la vem o Igreja conservadora e anti-progresso, apoiada pelos meios de comunicação social fazer o restante trabalho. 2º: A pergunta é sim ou não à despenalisação e não sim ou não à vida. Porque se fosse sim ou não à vida, os lideres apoiantes do não, também se teriam manifestado contra a guerra, contra a fome, que mata, contra a miséria, que mata, contra as leis laborais (Bagão Felix-ex-ministro da Seg. Social), estas também a regressar ao séc. XIX, que promovem a precaridade de emprego, a redução do nº de horas em trabalho noturno, empurrando as mulheres (famílias), para uma equação muito difícil. Mais exemplos podería dar. 3º: As mulheres, no sec. XIX não tinham direito a voto, hoje querem proibi-las de pensar e decidir. Quando aos apoiantes do não lhe faltam argumentos escudam-se no código penal, apelidando as mulheres de criminosas.

2ª vez - Que o Socrates não merece o nosso respeito, estou 100% de acordo. Mas, mais uma vez, não é isso que está em discussão. O que está em causa é: 1º- A pergunta a que vamos responder. Se somos a favor que a mulher continue sujeita à instauração de processo crime "não", ou se não "SIM"; 2º- Se queremos que a mulher continue a abortar fora do sistema (clandestinamente), com todos os problemas que isso tem e possa gerar "não", ou se queremos que ao optar por abortar o faça em segurança, entrando no S.Nac. de Saúde, podendo aí sim ser acompanhada por um grupo multi-disciplinar e dessa forma poder mesmo mudar de opção "SIM". Há muitos anos que têm apresentado na Assemb. da Républica, propostas de Lei a favor da despenalização da IVG. Nunca os adeptos do "não" votaram a favor de qualquer que fosse a alteração, por mais pequena que fosse. Já nos anos oitenta os mesmos votaram contra às excepções da actual lei. Sempre disseram que o povo é que deveria decidir, porque assim, foram adiando a alteração, pois sabem que nas campanhas têm dinheiro para arranjarem argumentos falaciosos. Na 1ª semana os argumentos do "não" centraram-se no embrião e no feto para trocar ao coração...manhosos. Na 2ª semana é: votem não que depois mudamos a lei... duplamente manhosos. O que querem é que fique tudo na mesma. Então fazem-nos uma pergunta (o CDS e o PSD votaram a favor da pergunta) e agora querem que nós respondamos a outra coisa? Acham que somos burros?
Eu por isto e muito mais,
voto "SIM"

( o nosso obrigado pela colaboração,caro VDMATOS )
( publicado por VDMATOS )
publicado por sorraia.blog às 16:06

A origem do carnaval acaba por ser incerta,mas parece ligada remotamente a alguma comemoração pagã pela passagem do ano ou a chegada da primavera; é possível que se origine também das festas da Roma antiga. Considera-se o carnaval uma festa caracteristicamente italiana, pois todo seu desenvolvimento está ligado à Itália (Roma, Florença, Turim e Veneza).
Roma foi o maior centro de difusão, pois era lá que aconteciam os famosos desfiles de corso.
Mas isto para nós até pouco importa porque quase que passamos ao lado.
O Carnaval no Biscainho é habitualmente festejado com o respectivo baile de Carnaval realizado no Centro Social do Biscainho,agora chamado de Centro Social dos Foros da Charneca.Esses bailes carnavalescos e matinés de terça-feira eram geralmente organizados ou por Comissões de Festas ou pelos ranchos folclóricos,quer do Biscainho quer dos Foros da Charneca.Outros tempos se viviam e hoje como é o nosso Carnaval?
Será que ainda vão haver bailes e matinés?
O nosso Carnaval de Biscainhos resume-se a umas viagenzitas aos carnavias de Loures,Torres Vedras ou Montijo? Melhor ser ao de Samora que até é muito mais perto.
Porque não uma dia qualquer aperecer alguém que tentasse levar por diante a criação de um cortejo carnavalesco no Biscainho?
Nunca se sabe se não seria uma boa ideia.No entanto numa terra como a nossa em que não foi 'eleita' comissão de festas,acaba por ser pedir de mais alguém para um corso 'caseiro'.
publicado por sorraia.blog às 15:59

06
Fev 07
Enquanto o bebé cresce no útero, um tubo gelatinoso encarrega-se de lhe fornecer o oxigénio e os nutrientes necessários ao seu crescimento, vindos da circulação materna, e leva embora o gás carbónico e as sobras do metabolismo. "Todas as funções vitais do feto são supridas através do cordão umbilical", informa a neonatologista Marisa Sassaki. O precioso tubo que liga o bebé à placenta desenvolve-se ao mesmo tempo que esta estrutura, a partir da quarta semana de vida. Possui duas artérias e uma veia que levam ao feto o oxigénio e os alimentos. Dali, o sangue vai para o coração, um dos primeiros órgãos a entrar em actividade. Começa a bater antes de o bebé completar um mês de vida intra-uterina e já está totalmente formado por volta da décima semana de gestação. Do coração, o sangue é distribuído para os tecidos. O pulmão não participa deste processo. Último órgão a amadurecer, só entra em cena depois do nascimento. "O feto vive através do cordão", completa a médica. O cordão umbilical atinge, em média, de 40 a 60 cm de comprimento. "O tamanho é imprevisível, independente da raça ou tendência familiar", esclarece Marisa. O cordão pequeno pode dificultar o parto normal: a mãe entra em trabalho de parto, tem contrações, mas a criança não "desce". Se for longo, aumenta o perigo de fazer voltas: enrola-se no corpo do bebé, o que pode trazer problemas no momento do nascimento. Se ficar em torno da cabeça, há risco de enforcamento e asfixia. Noutros locais, pode reduzir ou interromper o fluxo de sangue à criança. Às vezes. as ecografias mostram o cordão enrolado no feto. Mas convém recordar que isto nem sempre é definitivo: o bebé vive imerso em líquido, nada e mexe-se todo o tempo, enrola-se no cordão, vira e desenrola-se. Nos meses finais, porém, o espaço fica mais reduzido e os movimentos do feto limitados. Então, se o cordão for visto enrolado na última ecografia, o obstetra talvez recomende a cesariana, por segurança.
( in Saúde no sapo )
publicado por sorraia.blog às 14:52

Aborto sim ou não? Aborto despenalizado até ás dez semanas?
O que penso sobre a questão :
Sou liminarmente contra o Aborto e por isso mesmo vou votar contra.
No entanto,não quero que uma mulher seja tratada como uma criminosa pelo facto de ter Abortado ( deveria ter-se em conta o porquê desse mesmo Aborto e nunca considerar essa mulher uma Criminosa ).
Estarei eu em contra-senso? Chamar-me-ão certamente de inconsciente ou pior do que isso,mas é assim,votarei NÃO ao aborto mas NÃO quero uma mulher tratada como criminosa,como atrás disse.
E depois a questão foi politizada aos extremos por via desse governo do PS,fazendo deste referendo um autêntico cavalo de batalha,aliás conforme prometido antes das eleições.Outras coisas foram prometidas e ficaram na gaveta.
Assim,o que eu penso para além do meu Não é que :

É imperativo que o Estado Português ajude a criar as nossas crianças com dignidade, defendendo a maternidade, criando estruturas financeiras para a estabilidade do casal, proporcionado apoio psicológico gratuito para os casos mais críticos, investindo no planeamento familiar sobretudo aos mais jovens, baixando o preço dos preservativos que me parece escandaloso, sendo estes tão importantes não só para impedir uma gravidez indesejada, como para evitar a propagação de doenças sexualmente transmissíveis. As pílulas que os centros de saúde oferecem só impedem a gravidez! Não posso compactuar com esta situação. A partir do momento que uma mulher verifica que está grávida, tem que ser apoiada, quer financeira, quer emocionalmente. É obrigação da família, dos amigos, das instituições e do Estado Português, assegurar que não existem obstáculos e que tudo irá correr bem, de modo a que mãe e filho desfrutem calma e serenidade durante os nove meses de gestação e pela vida fora. Está na hora de defender a maternidade em Portugal!
publicado por sorraia.blog às 00:17

04
Fev 07
A Portaria n.º 1016/2006 do Ministério da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas diz que :
EXTINGUE A ZONA DE CAÇA MUNICIPAL da freguesia do Biscainho, criada pela Portaria n.º 796/2001, de 25 de Julho (processo n.º 2654-DGRF), e concessiona, pelo período de nove anos, ao CLUBE DE TIRO A CHUMBO DO BISCAINHO a zona de caça associativa da Herdade do Vale do Covo e anexas, englobando vários prédios rústicos sitos na freguesia de Biscainho, município de Coruche (processo n.º 4407-DGRF).
publicado por sorraia.blog às 22:51

Desde finais do século XIX que existem notícias de gado bravo pertença de Joaquim Ribeiro Telles, o qual usaria o actual ferro na marcação desses animais, prática continuada por seu filho Manoel Ribeiro Telles que lidava reses de casta portuguesa, como aconteceu na corrida realizada a 09/05/1929 na Chamusca.
Mas, foi seu filho David quem iniciou a selecção dessa ganadaria nos finais da década de quarenta. Assim, substituiu progressivamente, a casta portuguesa por reses de Pinto Barreiros, Fontaínhas e Dr. Silva, actividade desenvolvida em conjunto com seu irmão, anunciando-se a ganadaria David Ribeiro Telles e Irmão.
Depois, já isoladamente, ingressa na “Union de Criadores de Toros de Lídia”, no ano de 1964, através da compra do ferro e parte do efectivo que resultara da partilha entre herdeiros da ganadaria de Emílio Infante da Câmara.
Eliminando este último efectivo e mantendo o primitivo ferro, prossegue na linha Barreiros - Silva, adquirindo mais um lote de vacas Pinto Barreiros e introduzindo sementais de João Moura.
A partir de 1994,são agregadas reses de Santiago Domecq, procedentes de Jandilla.

SINAL DE ORELHAS

ESQUERDA: Pendente

DIREITA: Pendente

SIGLA LIVRO GENEALÓGICO: 8.AP.065-PHV

DIVISA: Vermelha e Negra


ANTIGUIDADE: 09/05/1929 (Chamusca)


PROPRIETÁRIO: David Manuel Godinho Ribeiro Telles

MORADA: Quinta da Torrinha - Biscaínho - 2100-653 Coruche

ENTIDADE EXPLORADORA: Ribeiro Telles - Sociedade Agrícola, Lda

REPRESENTANTE: David Manuel Godinho Ribeiro Telles

MORADA: Quinta da Torrinha - Biscaínho - 2100-653 Coruche

EXPLORAÇÃO SOLAR DO EFECTIVO: Herdade da Torrinha

FREGUESIA: Biscaínho

CONCELHO: Coruche

MAIORAL: José Júlio Ribeiro e Paulo Vasco

PROCEDÊNCIA: Pinto Barreiros e Dr. António Silva

ENCASTE ACTUAL: Pinto Barreiros e Parladé (Domecq)
publicado por sorraia.blog às 22:45

Fevereiro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
13
14
17

18
19
20
22
23
24

26
27
28


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
pesquisar
 
blogs SAPO